Sigam-me os bons!!!!!

sexta-feira, 24 de maio de 2013

o brincar aqui em casa!


E como estamos na semana da blogagem coletiva da semana mundial do brincar, organizado pela Aliança pela Infância .... vou contar um pouco como é que o brincar acontece aqui em casa.

Antes, vou falar um pouco de como foi na minha infância. Eu mora em uma casa com um quintal enorme cheio de árvores, plantas, terra e animais. Nunca fui muito criativa, mas como fui filha única até os quinze anos, precisei criar brincadeiras sozinhas e lá era um lugar ideal para brincar.

Eu desenhava amarelinha no chão, em alguma parede eu fazia de quadro negro e brincava de escola, usava a terra como massa do bolo e as folhas caídas como comidinha...  quando meus amigos da rua vinham brincar comigo a brincadeira ficava melhor.

Quando estávamos na rua brincávamos de pular corda, pique pega, pique alto, pique parede, pique baleia, alerta cor, mamãe posso ir, polícia e ladrão, taco, mês, futebol, queimado, volei, patins, bicicleta, ciranda, corrida de tampinha, eu e as meninas soltávamos saco de supermercado como se fosse pipa, até verdade ou consequência com uma idade mais avançada. Mas todo santo dia a criançada ia para a rua brincar um pouco após terminar a tarefa da escola. Sempre!!!!

Meu filho sempre morou em apartamento nesses 3 anos de vida e pouco o levo às praças. Agora que estamos em outro bairro, não temos praças. Não tenho uma área de lazer para crianças no nosso prédio. E quando a rua aqui perto fica fechada para área de lazer, normalmente nós estamos ocupados com outros compromissos.

Não somos aquele tipo de pais que compram os brinquedos mais caros. Tá, eu não resisto as pistas hot wheels!! #fail Apenas isso. EU acabo comprando. Ele ganha os brinquedos usados que eram do primo (ryko) e no aniversário e natal do resto da família e amigos. Fora isso, fica com os seus por um bom tempo.

Por ser feminista o educo sem essa paranóia de que menino só pode brincar de bola, carrinho, correr... e que menina só pode brincar de casinha, boneca e se maquiar. NÃO. Aqui sou totalmente contra esse tipo de educação sexista. Então meu filho brinca com seu kit de vassoura-rôdo-esfregão, brinca com as bonecas que eram da minha irmã (barbie), ganhou a boneca polly no natal, panelinhas...

Arrumei seus brinquedos em caixas organizadoras e ele tem acesso a qualquer momento. Gosta muito de brincar com tinta e está sempre pintando telas e as exponho em seu quarto. Não curte muito desenhar, mas separei uma parte da parede e forrei com papel 40kg para ele desenhar quando pintar a vontade. Gosta muito de montar quebra-cabeças e herdou uns bem legais. E nos chama para montar com ele. Sua paixão são seus carrinhos e tento criar pistas de papel, papelão... e ele fica amarradão.

Ele também tem bonecos e acaba que ele e o pai brincam de luta com os Max Steels que ele tem e eu faço o papel da Barbie. #ninguémmerece!!!

A minha mãe é fonoaudióloga e sempre traz do consultório dele seus brinquedos de madeira educativos e ele gosta muito. Depois ela acaba dando a ele.

O quarto dele ainda não está do jeito que eu queria, mas ainda não consegui organizar seus livros, ainda estão dentro de um gaveteiro (organizador), meu desejo era que ficasse em prateleiras para ele ter acesso mais fácil.

Aceitei participar dessa blogagem porque acho extremamente importante termos um tempo para brincarmos com nossos filhos. Não importando se a brincadeira tem tema ou não,  seja qualquer coisa com um pouco de imaginação e vontade, com certeza vc e seu filho vão curtir muito esse momento juntos.

Minha mãe brincava bastante comigo e tento fazer o mesmo com o Gui. Até mesmo uma ida à escola eu e ele sempre brincamos de alguma coisa. Um exemplo é contar quantos fuscas cada um encontra até chegarmos na rua da escola. E a cada um que ele acha, é a maior festa. Sei lá, parece bobo, mas ele adora brincar de encontrar fuscas.

Não perca a infância do seu filho, brinque com ele. De qualquer coisa. :)
entretido com seus quebra-cabeças

momento 'leitura'

arrumando as bonecas Polly´s

bagunça de lei

brincando de casinha

adora essas casas!

no consultório da avó

com a capa do capitão cebola!!!




 "Este post faz parte da Blogagem coletiva em comemoração a Semana Mundial do Brincar promovido pela Aliança pela Infância"

9 comentários:

  1. Que saudade da nossa infância onde ocupávamos nosso tempo com brincadeiras saudáveis e lúdicas.
    Adorei.
    Bjks
    http://www.maevaidosa.com/2013/05/bc-o-brincar-alianca-pela-infancia.html
    #SemanaMundialdoBrincar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e pensar que hoje em dia é tão comum crianças até mesmo com menos de 4 anos entretidas com celulares, tablets...

      sério, fico triste com isso

      Excluir
  2. Amei o "Não perca a infância do seu filho, brinque com ele. De qualquer coisa". Repito isso a cada instante pras pessoas, fico até chata!... Parabéns pelo texto, está ótimo! #semanamundialdobrincar BeijoBeijo Andrea e Lara coisas-da-lara.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mas não é verdade? brincar de qualquer coisa!!!! ontem mesmo antes de dormir estávamos assistindo tv juntos e eu deitada e ele sentado em meus joelhos. eu subia e descia os joelhos e ele não parava de gargalhar e pedir mais e mais. foi super divertido e foi 'qualquer coisa'

      :)

      Excluir
  3. Exatamente Andreia. Saudade imensa do quanto era natural brincar as vezes sem nenhum brinquedo. Apenas usando a imaginação. :)

    Vou lá conferir a sua participação na blogagem também. Obrigada pelo comentário.

    ResponderExcluir
  4. Oi Beca, eu também morei em casa com quintal e brinquei muito na rua e desenhei muita amarelinha no chão.
    Amei as brincadeira desse gostosão do Gui.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com
    #SemanaMundialdoBrincar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chris, musa do brincar! Vc é a melhor nas invencionices!!!!!!!

      Excluir
  5. Vem participar do meu sorteio? Um perfume a sua escolha!!!
    http://principecaioandre.blogspot.com.br/2013/05/sorteio.html

    ResponderExcluir

Comenta vaaai, que eu gostchio!!!